publicidade

As plantas suculentas estão em alta. Bonitas, delicadas e fáceis de cuidar, elas fazem sucesso tanto dentro como fora de casa. Porém, é muito importante conhecer quais são as principais espécies de suculentas para assim encontrar as mais adaptáveis ao espaço onde elas ficarão e também a sua disponibilidade de tempo para a jardinagem.

Uma das suculentas mais conhecidas, sem dúvida, é o cacto. Porém, ele não é o único exemplar do grupo. É fã das suculentas? Veja essa lista que montamos com as principais espécies de suculentas e suas características!

publicidade

1 – Echeveria

A Echeveria também é conhecida como rosa de pedra e é uma das suculentas favorita de muitas pessoas, graças ao seu formato que lembra uma linda flor.

Ela possui folhas arredondadas com uma pequena angulação nas pontas e não é muito difícil de cuidar.

A grande vantagem é que, quando a planta está tomando pouco sol, ela costuma perder seu formato original e passa a se tornar mais alongada, indicando cuidados específicos.

2 – Colar de pérolas

O seu desejo é montar um lindo jardim vertical? Pois saiba que também existem ótimas opções de plantas suculentas para isso.

A Colar de Pérolas é a mais conhecida e recebe este nome graças às suas hastes longas e cheias de folhas esféricas (semelhantes a ervilhas).

Quando o cultivo é ideal, essa suculenta abre pequenas flores brancas durante a primavera com um delicioso cheirinho de canela.

3 – Zebra

A Zebra é uma espécie de suculenta originária da África e que possui esse nome graças as rajadas de branco características das suas folhas.

Para que essa plantinha se desenvolva, ela precisa de sol pleno.
Se você está começando agora no mundo da jardinagem, saiba que a Zebra é uma excelente escolha. Afinal, apesar de gostar de sol, ela consegue suportar muito bem os dias mais frios de inverno e é um tipo bastante resistente.

4 – Sedum carnicolor

Essa é uma suculenta originária da Europa e que tem como principal característica a resistência às temperaturas extremas (tanto ao calor como ao frio).

O principal cuidado com a Sedum Carnicolor é em relação à rega. Afinal, se você molhá-la excessivamente, ela poderá acabar apodrecendo.

Outra dica é deixar a plantinha em um local a pleno sol e plantá-la em um solo com bom teor de matéria orgânica, porém com maior quantidade de areia e bem drenado

5 – Orelha de Shrek

O nome popular dessa suculenta é autoexplicativo. Afinal, é só olhar para ela e perceber o quanto seus ramos são parecidos com as orelhas do ogro mais famoso dos cinemas.

A plantinha se desenvolve muito bem em locais com sol pleno ou sombra parcial. Quanto mais sol tiver o ambiente, mais a parte de cima ficará vermelhinha. O ideal é deixá-la em locais quentes, com solo arenoso e boa drenagem.

6 – Rabo de burro

Nativa do México e da região de Honduras, a Rabo de Burro é uma suculenta de hábito pendente que pode chegar a até 1,5m de altura.
Ela possui folhas de cor verde-azulada que são bastante frágeis ao toque e contam com pequenas flores na ponta das hastes, em formato de estrelas, nas cores rosa ou vermelha.

Ela possui folhas de cor verde-azulada que são bastante frágeis ao toque e contam com pequenas flores na ponta das hastes, em formato de estrelas, nas cores rosa ou vermelha.

Para seu cultivo, indica-se deixá-la aproveitar o sol da manhã, evitando o sol nas horas mais quentes do dia e também as correntes de ar.

O solo deve ser fértil em matéria orgânica, com boa drenagem e em vasos rasos (pois as raízes são curtas). As regas precisam ser esparsas e mais frequentes no inverno.

Dicas finais

Como você pode notar, existem muitas espécies de suculentas – e cada uma delas precisa de um cuidado diferenciado. De uma maneira geral, é sempre recomendado:

  • evitar as regas muito frequentes (a dica é sentir a umidade do substrato com a ponta dos dedos);
  • evitar molhar as folhas (pois isso pode levar ao apodrecimento);
  • sempre retirar o excesso de água acumulado no pratinho debaixo do vaso;
  • tomar cuidado com o vaso que escolhe. Os de cerâmica precisam de regas mais frequentes, enquanto os cachepôs sem furos possuem um sistema de drenagem melhor e necessitam de regas mais espaçadas;
  • sempre deixar as suculentas no sol da manhã.

Depois de ler este conteúdo sobre as espécies de plantas suculentas, ficou mais fácil escolher a sua? Se curtiu as nossas dicas, compartilhe este post com seus amigos nas suas redes sociais!

Continue por aqui!
Confira tudo sobre plantas suculentas.

Comentários

Comente!!!